Conheça os segredos escondidos na pintura “A última ceia de Leonardo da Vinci”

 

Umas das pinturas mais famosas de Leonardo da Vinci é a “Última Ceia” (1494 – 1497), que também pode ser chamada de “A Santa Ceia”. Ela está na Igreja e Convento Santa Maria Delle Grazie, em Milão e é tão famosa quanto a Monalisa, sendo reconhecida no mundo todo.

 

A técnica utilizada na Última Ceia” de Leonardo da Vinci

 

Essa composição pictórica  mede 4,6 por 8,80 metros. Foi feita com a técnica de pintura têmpera a ovo – que consiste em misturar pigmentos coloridos com gemas de ovos. Como foi pintada sob o gesso seco, a Última Ceia começou a se deteriorar em 20 anos.

Além disso, para dar profundidade ao quadro, Leonardo usa a técnica de desenho ponto de fuga, muito utilizada no Renascimento.

 

Análise dos elementos do afresco A última Ceia”

 

A pintura A última Ceia retrata a cena bíblica onde acontece a última refeição com os discípulos antes de Jesus ser crucificado. O instante representado nesta pintura é o momento em que Jesus fala “ Um de vós me trairá”. E os discípulos se perguntam: “porventura serei eu?”. Podemos deduzir isso através dos gestos dramáticos e semblantes que representam inquietação e apreensão das pessoas representadas no quadro.

 

Apesar de anunciar que seria traído, Jesus está com um semblante sereno. Uma de suas mãos está apontada para o vinho e a outra para o pão, o que nos faz deduzir que está celebrando a ceia:  Tomai, comei; isto é o meu corpo.” e “Bebei dele todos; porque este é o meu sangue”.

 

Leonardo da vinci, em um de seus livros diz que queria retratar “a intenção da alma humana” através de gestos e movimentos dos membros. Analisando o quadro podemos perceber que a narrativa é criada através da composição calculada rigorosamente e equilibrada, onde os gestos e expressões dos personagens do quadro são de grande importância. Sejam expressões dramáticas dos discípulos, ou a expressão tranquila de Jesus.

 

Além disso, curiosamente, Jesus está disposto no meio do quadro, onde também estaria o ponto de fuga, que faz com que nosso olhar será direcionado primeiramente para ali.

 

No fundo do quadro podemos ver um pouco da arquitetura e paisagem natural (que se vê através da janelas), muito utilizado em pinturas do renascimento. Estes elementos servem apenas para compor o quadro e criar a sensação de profundidade ao quadro.

Curiosidades sobre a pintura Santa Ceia

 

  • Nenhuma das pessoas retratadas na obra possui auréolas, nem mesmo Jesus. Isso denota a ideia de Da Vinci de representar sujeitos comuns.
  • Ela pode ser visitada mediante compra de ingresso, embora tenha que ser feito com meses de antecedência, pois a visitação é muito concorrida.  Você pode comprar ingressos neste site: getyourguide.com.br
  • Há indicações que um homem de nome Giovanni Conte tenha sido o modelo para a cara de Cristo. Possivelmente este modelo era um militar. É curioso pensar que a figura calma e passiva de Jesus foi pintada à imagem de um militar.
  • Os apóstolos teriam sido inspirados em muitos dos amigos de Leonardo e contemporâneos que também frequentavam a corte de Milão.


História da Arte

Veja mais postagens sobre a história da Arte.

Postagens Relacionadas

Site: Cultura Genial (acesso 05/03/2018)

Site: Toda materia (acesso 05/03/2018)

Site: Info Escola (acesso 05/03/2018)